Páginas

sábado, março 07, 2009

Ser jovem

Ser jovem, afoito, guerreiro,
desbravar caminhos,
desconhecidos, daninhos,
encarar desafios,
entrar neles, destemido,
com o brilho nos olhos,
do crer, do descobrir,
do ser, do sentir.
Navegar na emoção,
amar, sofrer, resistir.
Reaprender, recomeçar,
colocar o coração,
às vezes a razão,
dar prioridade ou não.
Assim é a mocidade,
assim fui eu, então.

maria eduarda

5 comentários:

solange disse...

Ainda és, ou não?!!!
Aplica as palavras àquilo que fazes e sentes e vê lá se não sentes que és tu em cada palavra. Encarar desafios, entrar neles, destemida, reaprender, dar prioridade ou não.
O poema é mais um para o teu livro de poemas que vai ser, um dia, publicado. E muitos sentir-se-ão nas tuas sábias palavras.

didium disse...

Oh Solange Maria,
Acho que ainda sou assim. Seremos?
Abraço.

dinamene disse...

Poema maravilhoso, sem dúvida!

A juventude vem de dentro e vocês já estão naquela fase de ser jovens com sabedoria...
O tempo é uma vantagem, especialmente quando não se deixa de ser jovem!

Também espero por esse livro, e com dedicatória da autora...

didium disse...

Oh Dinamene,
Que livro?
Nem sequer penso nisso.
Um bom dia para ti, mulher-mãe.
:))))))))))

dinamene disse...

Pois devias pensar nisso, a sério... Tens muitos poemas valiosos, bonitos, bons para partilhar e publicar...

É verdade que no blog vais comunicando um pouco desse teu criativo e emotivo interior... Mas já mereciam uma impressão em papel, não?!... Nem que fosse para os amigos.

Beijo