Páginas

quinta-feira, maio 07, 2009

Palavra AMOR



Indagando o sentimento Amor,
Perscrutando-lhe a verdade,
Peguei na palavra AMOR
E desmanchei-a, desarrumei-a, reagrupei-a,

A O M A R M O R A O R O M A
R A M O M O R A M R

Peguei em cada letra da palavra, uma a uma,
E vi, no AMOR, a

A
ntecipação
M aravilhosa,
O
nírica e
R eal, da Eternidade.

Vi…

A migos
M anipulando e transformando,
O cupados e cuidadosos,
R estos de Emoções…

A mantes
M imando-se,
O bservando-se,
R epletos de Ternuras.


A s águas do
M ar…
O ndulando em
R efluxos na Areia!

A paixonados,
M ães e Filhos,
O lhando-se em
R eflexos de Luz…

Peguei na palavra AMOR
E atirei-a ao Ar…
Então, de novo, caiu em mim….
Caí em mim!
Voltou em muitas palavras, infinitas letras, várias emoções…
Porque no Amor cabe o Mundo, o Universo, o Sonho e o Real…
Porque se há imagens que valem por mil palavras,
Também a palavra AMOR vale
… por mil imagens e infinitos belos sentimentos.

Dinamene

7 comentários:

solange disse...

Neste poema visual, feito de jogos de amor, prescindiria até da imagem/foto.
Gosto!!!
O amor é, realmente, tudo isso e está em todos os gestos de aceitação e de entrega.

Anabela Magalhães disse...

Lindo! Gostei!

didium disse...

Também gostei Dinamene!

dinamene disse...

Obrigada queridas!

Gostei do desafio da Gabi no post "Sou da terra onde nasci" ;)

"Amor" e "Mar" são palavras terra para mim, assim como "Mamã", "Papá",
"Luna","Artur"…

Carla Carriço disse...

Dinamene!
Está espectacular. Adorei. (as pessoas estão sempre a surpreender-nos, neste caso pela positiva).
Desde do dia dos anos da Luna, ao fazeres o comentário do livro que a Micas lhe ofereceu neste blogue, eu volta e não volta, venho aqui espreitar.
Depois de ler este poema, não resisti, tive mesmo que registar-me no google.
Um grande beijinho.
Carla Carriço (mãe da Micas)

dinamene disse...

Carla,

Obrigada por passares pelo blogue e pelas tuas palavras.
Ainda bem que a surpresa foi feliz.

Bjos

Bea disse...

Caiu em mim também e me tocou! Lindo!