Páginas

sábado, abril 11, 2009

Identificação

Tenho um lugar marcado
no transporte, no assento
desta viagem vivida.
Sento-me lá agora,
e não o reconheço
ou não me acho
a mim, naquele assento.
É outra a pessoa
que lá se senta, ou
o motivo do viajar
alterou-se, baralhou-se,
desacomodou-se.
O viajante já não condiz
com o assento,
e a viagem
foi interrompida, alterada.
Agora, renovada,
traço outro destino
num outro assento,
sem nenhum lamento,
no transporte do momento!

maria eduarda

7 comentários:

Bea disse...

Uma boa viagem!
E as fotos são tuas? belíssima esta. Boa Páscoa.

didium disse...

Obrigada Bea.Esta foto não é minha.
Igualmente para ti, um bom domingo!

EMD disse...

Quantas vezes viramos páginas, tomamos novos assentos, nos reinventamos...
Como diz a Bea, Boa Viagem e Feliz Páscoa para ti, alma de poeta.
Beijinhos

didium disse...

Beijinhos Elsa D.
Já tenho saudades dos nossos serões em casa da Anabela!

Estamos sempre a investir na felicidade, à espera que ela não arrefeça!
Feliz domingo também para ti!

G. Ludovice disse...

Identifico-me c esse viajante de assento incompleto...
Está mt bonito o poema.
bj

Anabela Magalhães disse...

Já estou aqui.
E ali. :)

dinamene disse...

Também gosto deste poema.

É bom ir mudando de lugar, especialmente se for por vontade nossa... Podemos ter novas perspectivas da viagem :-)

bjos