Páginas

sábado, abril 18, 2009

Amor


3 comentários:

didium disse...

Bonito postal! A mensagem é perfeita.
Um xi ao Artur!

G. Ludovice disse...

Talvez um mundo sem amor não seja nem sequer mundo.Ao passo que o amor é sempre em si próprio já um mundo, imenso e poroso.

dinamene disse...

Bela frase, Gabi! Verdadeira;-)