Páginas

sábado, outubro 24, 2009

O ASSALTO

"Um desses dias fui assaltado.

Foi num virar de esquina, num desses becos onde o escuro se aferrolha com chave preta. Nem decifrei o vulto: só vi , em rebrilho fugaz, a arma em sua mão. Já eu pensava fora do pensamento: eis-me!

(...) É assalto sem sobressalto.

Me conformei, e é como quem leva a passear o cão que já faleceu.

Afinal, no crime como no amor: a gente só sabe que encontra a pessoa certa depois de encontrarmos as que são certas para outros."

Mia Couto, in "O Assalto"

6 comentários:

Lita disse...

Parece bom. :)

G. Ludovice disse...

novo livro do Mia.. hummm, like it.

didium disse...

Este livro é um dos primeiros.

solange disse...

Gabi, o livro mais recente de Mia Couto é "Jesusalém", com s, pois!!!
Estou ansiosa de poder lê-lo, mas vai ter d esperar.
Dizem que é «obra divina», calculo que pela beleza das palavras, do enredo, das mensagens.

didium disse...

Querida Sol,

O livro lê-se num instante, é muito bom. Vem cá a casa buscá-lo...
Bjo

solange disse...

Ai vou, vou!!!
Sendo pequenino, posso fazer uma leve paragem no grande, que ainda estou a ler.
Tenho em fila, à minha espera, dois do Pepetela e um do Agualusa. E já começo a ficar "aflita" com as novidades que estão a chegar. São livros, todos eles, com boas razões para serem lidos.
Muito melhor que preencher fichas e fichas e mais fichas de registos de avaliação!!! Ufffff!!!