Páginas

terça-feira, janeiro 12, 2010

Agressão

Autumn Leaves
Teri Jonas

A chuva cai copiosamente , o céu cinzento recolhe a esperança que se enforma no verde das árvores, agora inevitavelmente despidas dessa cor. Os ramos nus direccionados para o céu relembram-me a tenacidade necessária para lutar, libertar a tristeza que se infiltrou em mim, destituí-la dessa permanência e, enfim, viver aguardando a esperança, que rigorosamente aparecerá na cor das folhas, na próxima Primavera. Nesse espaço de tempo, tento saber conviver com o tempo agreste, que me veste de melancolia.

maria eduarda

8 comentários:

blackhill disse...

Bonitas árvores em fundo amarelado .... bonitos troncos, bem feitos, bem delineados, certamente crescerão mais fortes na próxima Primavera ... há tempo para espera..

www.angeloochoa.net disse...

Olhes árvores
resplendendo p’los passeios,
e intentes nítidas leituras.

(do Louvor da Luz)

...bjnhs, Dudú, que não tardará a Prima-
vera...

maria eduarda disse...

É certo Black. É preciso saber esperar. Obrigada pela visita.

maria eduarda disse...

Ângelo, não tardará a Primavera, o tempo foge-nos...
Um abraço e obrigada pela visita.

Em@ disse...

Não tarda os dias são maiores e a luz vai vencendo a escuridão.Apesar da confusão instalada no tempo atmosférico, a seguir ao Inverno vem a Primavera e, depois, torna-se mais fácil mandar a tristeza dar uma curva. :)))
Beijinho, Miga.
Nem imaginas aluta que tenho tido com a net da banda larga porque a cabo foi-se...aí não?

maria eduarda disse...

Em@,

Tenho tido net, sem problemas.
Bjo

G. Ludovice disse...

Esperar também é crescer.. é um corredor no qual as paredes se podem enfeitar de existência real,o que não é uma espera se sempre sonhamos mais?
bj grande

maria eduarda disse...

Bjo Gabi.