Páginas

sexta-feira, março 26, 2010

O QUASE FIM DO MUNDO


Começa assim:

“Chamo-me Simba Ukolo, sou africano, e sobrevivi ao fim do mundo.”

Li este livro saboreando cada descrição, cada situação, cada palavra. Este escritor é, realmente, um génio. Os dois últimos livros que li foram dele. O último “O planalto e a estepe”, a que já me referi aqui, e este, o penúltimo. Gostei mais deste!!! E gostei tanto do outro!!! Comentei várias vezes que me fazia lembrar, devido ao caos instalado, “O ensaio sobre a cegueira” do J. Saramago. Achei engraçado, ao procurar a capa do livro p colocar aqui, encontrar um comentário, noutro blogue, a dizer exactamente isso. E porque concordo, transcrevo:

«A história, perdoem-me a comparação, é um bocado do género "Ensaio sobre a Cegueira". Uma calamidade que, como todas a calamidades, aparece sem avisar. De repente, quase todos os seres animais desapareceram e o mundo vê-se deserto. Mas não em Calpe. Não numa pequena zona de África onde afinal nem todos desapareceram. Afinal que "coisa" foi esta? Afinal para onde foram todos? Deixámos de ter família?

São as reacções destes seres que Pepetela se propõe mostrar.»

Na contracapa: “E se a vida animal de repente desaparecesse da Terra, excepto num pequeno recanto do mundo e em doses mínimas? Talvez as causas se conheçam depois, mas o que importa é a existência de alguns seres, aturdidos pelo desaparecimento de tantos, e procurando sobreviver. É sobre estes sobreviventes e as suas reacções, desejos, frustrações, mas também pequenas e grandes vitórias que trata este romance. Detalhe importante: o recanto do mundo que escapou à hecatombe situa-se numa desgraçada zona da desgraçada África. O que permitirá questionar as relações contemporâneas no velho Mundo.”

Prende-nos da primeira à última linha. Aconselho vivamente!!! Há de tudo um pouco. As personagens (africanos - sendo um deles sulafricano e uma americana) cativam-nos, as situações são variadas e não há nada que não valha a pena.

11 comentários:

solange disse...

Falta-me acrescentar, para que n haja confusões, que este livro, ao contrário de "O ensaio sobre a cegueira", que nos impressiona e que chega a chocar, é, pelo contrário, um livro divertido, com muitas situações risíveis e muito humanas. Se eu pudesse, "obrigava" toda a gente a ler este livro. Se gostam de ler, n ler este livro do Pepetela é perder bons momentos da "vida"!!! Então n dizemos que "Ler é Viver"???!!!:)). Beijocas <3<3<3<3<3<3

Nuno Hipólito disse...

Cara Solange, queria comunicar-lhe que o meu site sobre Fernando Pessoa que estava alojado em http://omj.no.sapo.pt mudou para http://www.umfernandopessoa.com. Pedia-vos o favor de alterarem então o link que têm no vosso blog.

Obrigado,
Nuno.

solange disse...

Didium, tu é q sabes como é. Toca a "trabalhar"!!!
Bjo<3!

didium disse...

Caro Nuno,
A imagem que nos remete para o link da sapo, é a do "Guardador de Rebanhos". Refere-se a esse?
Não encontro outro.
Obrigada.

Nuno Hipólito disse...

didium, no vosso blog, na coluna com fotos há dois links para o meu site antigo. Uma com a foto do Pessoa e outra referindo o livro do desassossego.

didium disse...

Nuno,
Já mudei o link.Obrigada pela atenção.

Em@ disse...

amo de paixão o Pepetela.é dos nossos.inda não tenho este livro. tenho que ir em busca dele.
beijo

solange disse...

Olá Em@
Vai, sim, n te vais arrepender. É dos tais livros q se lêem e, no fim, queremos mais.
Queria tb dizer-te que a família da ourivesaria é a família Moreira. Lembro-me mto bem deles todos. As minhas alianças foram lá gravadas :).
Beijo <3!!!

Em@ disse...

Solange:
Era, pois. Eu , a Marzita e a minha prima Détita faziamos trio durante as férias de Março. A Marzita é afilhada da minha prima Fernanda(mãe da Détita e prima-irmã da minha Mami.)
Beijo no <3

Bloquei a minha memória.é cá um sofrimento!

didium disse...

Em@,

Eu acompanho-te nesse sofrimento de bloqueio. A Sol lembra-se de tantos episódios, tantos pormenores!

Em@ disse...

No outro era....bloquIei...

Dudú:
Este bloqueio para além de sofrimento traz-me também por vezes vegonha, porque recceio que pensem que eu estou a fazer-me snob.mas não tem nada dizzo. é memso verdadeiro. Mecanismo de defesa dizem os psis.

beijinho de chicoronha