Páginas

quarta-feira, julho 08, 2009

Opção

Parti a tampa do frasco de vidro, estilhaçada em mil cacos de esperança, raiada de verde. Do chão, varri-os para fora de mim. Optei pela garrafa branca, destapada de outra cor, na brancura opaca da paz, por desvendar.

maria eduarda

5 comentários:

Anabela Magalhães disse...

Que lindo texto!
Gostei muito!
Beijinho

didium disse...

Beijinho também para a menina!

solange disse...

Muito bem!!! A tua prosa começa também a encantar. Que lindo jogo de palavras. Vidros, cores, sentimentos,esperança, paz... Cinco estrelas!

didium disse...

Cinco estrelas para as duas meninas da foto!

G. Ludovice disse...

belo...