Páginas

segunda-feira, junho 14, 2010

Coisas que se pensam quando qualquer outra coisa seria menos inútil

A poesia tem uma forma rara e esta pode rebentar, não ela própria, mas quem a ingere como a uma hilariante golfada do maravilhoso.
Quando alguém sofre esse rompimento de si por causa da poesia tomada, torna-se mais leve, como todos os corpos que se descosturaram na vida, por não caberem na sua própria figura.
A poesia tem volume dentro de alguém e só aí é questionável o grau da sua imensidade.

1 comentário:

didium disse...

Só tu Gaby! Que delícia!É isso mesmo a poesia.
Bjo