Páginas

sábado, julho 24, 2010

Transmissão

Invadem os ares,
oferecem energia,
na beleza esguia,
no sussurrar do vento.
Transmitem poder,
força vital,
liberdade...

E alcançam-me,
em passagem,
até perder de vista,
a hélice
em movimento,
sempre em renovação,
bate-me a mensagem
de coragem,
de aceitação.

maria eduarda

4 comentários:

AC disse...

A sensibilidade ao esforço por um amanhã mais lavado...

didium disse...

Obrigada pela visita!

Sofia disse...

A força de que necessitamos por vezes não se vê, mas sente-se. Bjs por toda a força, minha linda!
Poema sempre belo, como sempre.
Bjs

solange disse...

Que poema lindo e actual, "fruto" de uma poetisa moderna e preocupada c o futuro.
Beijocas