Páginas

sábado, dezembro 26, 2009

O Amor é o Amor

http://olhares.aeiou.pt/


O amor é o amor — e depois?!
Vamos ficar os dois
a imaginar, a imaginar?...

O meu peito contra o teu peito,
cortando o mar, cortando o ar.
Num leito
há todo o espaço para amar!

Na nossa carne estamos
sem destino, sem medo, sem pudor
e trocamos — somos um? somos dois?
espírito e calor!

O amor é o amor — e depois?

Alexandre O'Neill, in 'Abandono Vigiado'

2 comentários:

blackhill disse...

depois a procura não termina, porque os limites não são alcançados nunca, mas desejados sempre. E só a morte física termina o processo, ou seremos vulgares

maria eduarda disse...

Também penso desse modo!