Páginas

domingo, agosto 02, 2009

Existes

Não me despeço de ti, estás na brisa que vem de mansinho e me refresca a memória e o olhar. Dir-te-ei adeus, em dia parado de vontade, de fala, e de aragem, que não te leva o meu dizer, quando nada mais houver para partilhar.

maria eduarda

3 comentários:

solange disse...

Didium,
tal como os franceses, n gosto do "Adeus". Prefiro sempre o "au revoir", "à bientôt"!
E o nosso "chá"?!!! :)
A Cristina n se lembrou mais e, com este calor, também n apetece. Talvez uma cervejinha,n ???

didium disse...

Como te disse , não eestou por aí. Quando vieres da praia, diz!
espero...

Anabela Magalhães disse...

Que linda prosa, Dudú... saio daqui encantada...
Jocas e votos de excelentes ferias.