Páginas

quinta-feira, fevereiro 04, 2010

Era uma vez...

http://olhares.aeiou.pt/


É assim que se inicia cada história. Não lhe encaro o final, e dou-lhe tempo e espaço, nos meus dias, quando acordo e me vejo, me contemplo.

Não a desiludo, porquanto a combato de frente, e prossigo a minha história, que até pode começar por:"Era uma vez..."
maria eduarda

9 comentários:

www.angeloochoa.net disse...

«Era uma vez...»

A tarde toda o avô contava histórias.
Aturdidos, ensonados, na infância dos sonhos,
devorávamos o mel à narrativa, que sempre concluía:
’Inda além vai a raposa, a correr a sete pés!
O avô apontava para um longe.
Meus olhos arregalavam-se
para o mais pra lá da abrasada varanda:
Eram montes sobre montes,
insolados, quentes, graves dorsos,
arrasando-os maravilhada aridez.

in
Sonhadas Palavras
Ângelo Ochôa

Dudú,
quem, como nós, não teve «Avô» de mil histórias, pra despertar-nos sonho e engenho?

maria eduarda disse...

Bonito, Ângelo!
Vamos continuando a sonhar e a acreditar que alguns sonhos se tornem realidade.

C.P.G - GONDAR, AMARANTE disse...

Era uma vez...
um primeiro ministro José Sócrates que vivia num reino chamado Portugal. Senhor de todo o reino todos lhe prestavam vassalagem até que um dia...
Será?

blackhill disse...

Bonita imagem para palavras bonitas.

maria eduarda disse...

Ricardo, o ministro José Sócrates não tem história.

maria eduarda disse...

Obrigada Black.

Ricardo disse...

Ter tem vai é ter um final infeliz, digo eu. Amanhã será um dia histórico!

Em@ disse...

Dudú:
O que nos vale é que na nossa vida podemos sempre dizer, "era uma vez..... recomeça lá outra vez". Não é Miga? Cair, levantar, cair, levantar e aprender sempre. Não esquecer o sorriso. Descreveste, tão bem, isso tudo.
E a imagem é soberba!
Para quando as tuas fotografias?
Beijinho

maria eduarda disse...

EM@,
Acho que não tenho jeito para tirar belas fotos. Tu e a Anabela é que são peritas.
Bjo