Páginas

sexta-feira, agosto 06, 2010

O leitor

Acredito que a vida de um livro enquanto está nas mãos do autor não é mais importante do que quando está nas mãos do leitor. O leitor é quase sempre um autor ele próprio. É ele que dá significado às palavras e por isso até acho muito interessante quando as pessoas me vêm apontar coisas que não eram minha intenção, mas que de facto estão lá. E há muitas outras coisas que foram minhas intenções e que nunca ninguém me referiu, e no entanto também lá estão. Se calhar alguém reparou nelas ou ainda vai reparar. Tudo o que um leitor leia num livro é legítimo porque nessa fase o leitor é tudo, é ele que faz o livro .

A leitura depara-se com uma série de obstáculos, é muito mais fácil sentarmo-nos no sofá a ver televisão do que a ler um jornal até. E a questão parece ser esta sociedade de facilitismo em que deixou de se perceber que as coisas que dão algum trabalho também são as que dão mais prazer, porque são conquistadas. A leitura dá algum trabalho e temos de conquistar um espaço para ela na nossa vida, temos de nos empenhar para absorvê-la completamente, para que faça sentido. Isso é que se perdeu um pouco de vista, mas penso que quem procura acabará por encontrar e tenho esperança de que as pessoas não deixem de procurar, não desistam, porque baixar os braços é ficar sempre no mesmo sítio.

José Luís Peixoto

5 comentários:

solange disse...

Este jovem escritor publica crónicas, quinzenalmente, na «Visão». Gostei mto d ler "Os errados". Se n fosse grandinha, até a copiava. Deverá ser lida na íntegra e reflectir. Gosto de o ler, com as minhas interpretações, provavelmente diferentes das suas intenções -:)).

didium disse...

Concordo absolutamente!
bjo para ti.

Andy disse...

também gosto muito de o ler, muito mesmo!

didium só agora vi a nomeação do prémio, desculpa...agradeci no post.
beijinhos

www.angeloochoa.net disse...

...o peixoto do morreste-me e do sob ohar nenhum que vi em post gigante numa biblioteca da praia da vitória de nemésio e do coração da maizinha só nao nos surpreende porque clarissimo, eramos cinco à mesa eramoas cinco e seremos sempre cinco (de poema ceu seu) ...bjnhnhs didium

layane camila disse...

adoro ler,meu hoob preferido!é muito importante ler para nos enformarmos das coisa q acontrcem a nosso redor!xello esta indo muito adoro seu blog!!!!