Páginas

terça-feira, março 22, 2011

Da poesia esquecida


Esqueci-me de assinalar o dia 21, como o dia da poesia, de tão embrenhada que estava a sonhar sem rimas, e a divagar ao sabor do contorno das letras, que do papel sibilaram a favor do vento, e eu parti com elas.

maria eduarda

2 comentários:

Em@ disse...

Não faz mal..
tens um selo no meu canto. beijinho de chicoronha com saudade

didium disse...

Beijinho Em@. Já lá vou.