Páginas

domingo, dezembro 19, 2010

Do brilho


À espera do brilho

no olhar,

enquanto os olhos

revelam mil cansaços

do percurso

na escuridão.

Um dia, brilharão,

olhos lavados

em límpida água

filtrada na claridade

da luz.


maria eduarda

8 comentários:

Anabela Magalhães disse...

Minha querida Dudú
Não tenhas dúvida que à escuridão sucede a luz.
Desejo-te um excelente Natal, para ti e para os que te são próximos.
Beijinhos com saudadinhas...
Soubeste da operação do Clap? Ao coração? E que correu bem? Graças a deus, né!
Xi-coração apertadinho...

didium disse...

Eu sei Anabela.
Desejo-te e aos teus, um Natal com muita paz e saúde.
Não soube da operação do Clap. Um abraço também para ele.

G. Ludovice disse...

os brilhos não se sabe de onde vêm... mas é dos lados do coração!
beijinhos

Em@ disse...

minha querida,
do meio da saudade, digo-te que também que os afectos fazem com tudo adquira uma tonalidade mais clara e brilhante.por vezes as sombras são teimosas e interpõem-se, mas só assim podemos dar o verdadeiro valor à luz.
desejo-te o mesmo que para mim. dias muito luminosos, calor no coração e no abraço que damos e recebemos.
obrigada por teres estado em 2010 aí e aqui. que assim seja em 2011.
beijo-te , com carinho, no <3. beijo de chicoronha, claro está!

Anabela Magalhães disse...

Hoje vim aqui ler-te de novo, Dudú.
Estava a precisar.
Beijinhos com saudades...

bugsnaEDucação disse...

A emergir, aos poucos, de um poço de escuridão, hoje sou eu, Dudú.

Senti a tua falta aqui e dentro de mim. A agonia de lamber as feridas próprias estorvou as palavras que ficaram por dizer.

É tempo de desejar que o brilho regresse,em breve, aos teus olhos, lindos.

Um abraço grande amiga

Em@ disse...

Psst!
deixo-te o nosso beijinho de chicoronhas e muiiiiiita saudade.

didium disse...

Beijinhos Gabi, Anabela e Em@.
Elsa D., desejo que já tenhas saído da escuridão.
Muitos beijinhos